Tel: +55 (51) 3265-1717

Batismo dos barcos olímpicos Elliott 6M ocorre no feriado

elliotti_p

 

A vela olímpica brasileira dará um grande passo na próxima quarta-feira, dia 2, com a entrega oficial dos seis barcos da classe Elliott 6M que farão parte dos Jogos Olímpicos de Londres em 2012. Eles serão destinados à modalidade de match race feminino, estreante no maior evento mundial do esporte.

elliotti_m
Elliots 6m serão batizados no feriado com a presença de autoridades e velejadores

Por ser uma novidade na vela, boa parte dos países ainda não possui esta classe. O Brasil será o primeiro da América do Sul a contar com estes barcos adquiridos pelo clube Veleiros do Sul, de Porto Alegre, através da Lei de Incentivo do Esporte, e com parceria das empresas Bradesco e Unifertil. Os barcos foram comprados do estaleiro neozelandês Elliott Marine ao valor de R$ 102 mil cada unidade. Eles chegaram da China no início de janeiro e foram montados no Veleiros do Sul.

Clínica com técnica norte-americana

Após a solenidade de batismo será aberta a clínica de match race com a técnica norte-americana e bicampeã mundial desta modalidade Sally Barkow. Participarão cerca de 15 velejadoras de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Brasília e Rio Grande do Sul. E ainda três técnicos de vela. A Clínica contará com apoio do Programa Solidariedade Olímpica (COI) via Comitê Olímpico Brasileiro.


sally
Sally Barkow (arquivo pessoal)


Para a maioria será o primeiro contato com os Elliotts e por isso é fundamental começar o trabalho de treinos desde já. O conhecimento sobre o barco, suas principais técnicas e regulagens utilizadas na classe olímpica, será a pauta inicial da clínica que terá seis dias de duração.

“Pela primeira vez em Jogos Olímpicos teremos a competição de Match Race feminino. Além ser uma novidade, o barco Elliott 6M também não existia no país. Através do projeto de Lei de Incentivo do Veleiros do Sul, tivemos a recém chegada de seis barcos no Brasil, o que permitirá a preparação correta das tripulações. E precisamos ainda qualificar não somente as competidoras, mas também nossa mão de obra de técnicos”, diz a técnica da CBVM Martha Rocha.

O Veleiros do Sul abriga um dos Núcleos de Vela de Alto Rendimento da Confederação Brasileira de Vela e Motor (CBVM), e atualmente é o melhor estruturado na modalidade de match race.