Tel: +55 (51) 3265-1717

Comunidade debate Emissário Subaquático no Veleiros do Sul

emissariocapa

Na noite desta quarta-feira o Veleiros do Sul recebeu uma palestra sobre o Emissário Terrestre e Subaquático no Guaíba. A obra é parte do Projeto Integrado Socioambiental (Pisa) e será responsável pela condução dos esgotos provenientes da área central da Capital até a Estação de Bombeamento de Esgoto do bairro Cristal. Daqui, seguem via tubulação subaquática até a estação de tratamento de esgoto no bairro Serraria. Estiveram presentes o Diretor Geral do DMAE, Flávio Presser, e o engenheiro coordenador das obras do Pisa, Valdir Flores.

emissario01

O debate ficou mais em torno do projeto do emissário subaquático, já que a obra vai interferir na navegação amadora ao passar pelos canais naturais usados pelos navegadores/velejadores dos clubes náuticos da zona sul. A preocupação existe, pois em obras anteriores, tubulações subaquáticas foram rompidas por embarcações maiores. Sem fiscalização, esses canos ficaram à deriva, chegando a atingir outros barcos posteriormente.

Preocupados em evitar acidentes e com os riscos à navegação, os velejadores do Clube se disponibilizaram a organizar uma visita ao DMAE para analisar o projeto diante de uma carta náutica que contenha o projeto e oferecer informações sobre a área.

emissario08

Emissário Subaquático: nesta primeira reunião, e o engenheiro do DMAE Valdir Flores fez as seguintes considerações sobre da obra

— Todos terão benefícios com a realização deste projeto, pois a recuperação a balneabilidade garantirá melhores condições para a realização de eventos esportivos.

— Os canos serão de polietileno e serão fixados no fundo do lago por poitas com anéis de compressão.

— Não será contratada fiscalização especial para essa obra, mas o DMAE garante fiscalização.

— O DMAE assegura que os canos não vão interferir na navegação, mesmo com os canos estando fora do canal. Valdir Flores assegura que também não vai comprometer os canais de navegação amadora.

— Serão dragadas valas para a instalação dos canos. Nos locais que houver depressão sacos de areia serão utilizados para o nivelamento.

— A Marinha não indicou necessidade de sinalização, sendo que não haverá canos fora do fundo do lago.

— DMAE está aberto para discutir e receber informações dos velejadores do Clube.