Tel: +55 (51) 3265-1717

A despedida de Manfred Flöricke

cinzas3

Na manhã deste sábado, amigos e familiares do ex-Comodoro Manfred Flöricke se reuniram no Veleiros do Sul para a cerimônia de aspersão de cinzas. O ato de despedida foi comovente, mas não triste, começou no Hangar 1 do Clube com as palavras de lembranças de seu  filho Manfredo, do comodoro Augusto César Streppel e do ex- Presidente do Conselho Deliberativo do VDS, Jorge Alberto Vidal.

cinzas1

cinzas2

Eles falaram sobre a trajetória da vida do Manfred, o pai dedicado, a paixão pelo Veleiros do Sul, a amizade com a Marinha do Brasil e os fortes laços fraternais com seus amigos que se manterão na memória de todos os que conviveram com ele.  No final foi realizada a tradicional saudação do Grupo dos Cruzeiristas: o hip, hip urra, puxado pelo filho Manfredo e pelo ministro do chope dos Cruzeiristas, Henrique Ilha.

cinzas4

cinzas5

Mesmo com chuva as pessoas fizeram questão de se dirigir até a orla do clube, frontal ao farol do Veleiros do Sul para dar o último adeus. No momento que suas cinzas foram depositadas no Guaíba, marinheiros da Capitania dos Portos de Porto Alegre fizeram uma salva de apitos ao "velho marinheiro". No salão Vento do Sul os amigos e familiares consumiram os 250 litros de chope encomendados pelo próprio Manfredo. Era o seu desejo de festejar a sua despedida, uma atitude de uma pessoa que amava a vida intensamente.

cinzas6

cinzas7