Tel: +55 (51) 3265-1717

Evento de assinatura do Protocolo de lançamento do Centro Cultural Engenho Santo Antônio que abrigará subsede do clube na Barra do Ribeiro

O Veleiros do Sul convida seus associados a participarem nesta sexta-feira (17) do ato de assinatura do Protocolo de Intenções para o lançamento do Centro Cultural Engenho Santo Antônio que abrigará a subsede do clube no município de Barra do Ribeiro.


O projeto terá grande impacto na cidade por promover a requalificação de uma área central e histórica à beira do Guaíba que ficou sem uso por anos pela evasão econômica. O local com mais de 7 mil m² de área bruta após o processo de revitalização abrigará um pequeno shopping, uma marina que será a subsede do clube Veleiros do Sul, teatro, espaço para promoção de atrações artístico-culturais, turismo e escola profissionalizante.    

O Protocolo será assinado pelo clube Veleiros do Sul, coordenador do Projeto, CMPC Celulose Riograndense, Catsul Travessia do Guaíba, Engenho Santo Antônio, Instituto Renato Borghetti de Cultura e Música, Ministério da Cultura e Prefeitura de Barra do Ribeiro. O evento ocorrerá às 17 horas na sede do Projeto Fábrica de Gaiteiros. Após os representantes dos agentes públicos e parceiros privados seguirão até o prédio do Engenho Santo Antônio, onde farão um ato simbólico do início das obras de revitalização.

A conceituação do restauro da área foi criada pelo escritório Ribas Splettstösser Arquitetos e Engenheiros Associados. O projeto terá uma intervenção paisagística contemporânea, mas leva em consideração o contexto urbano e o respeito ao patrimônio histórico das edificações do antigo engenho de arroz.

O empreendimento tem forte potencial econômico para a cidade, região e autossustentável. Uma instituição social que está integrada ao Centro Cultural irá dirigir a escola profissionalizante para jovens de famílias de baixa renda, com cursos de marcenaria, mecânica e fibra. A Celulose Riograndense é um forte apoiador por ter na sua constituição empresarial a Responsabilidade Social.  

A empresa Ouro e Prata (Catsul) deseja resgatar a antiga ligação fluvial entre Barra do Ribeiro e Porto Alegre com seus catamarãs e instalar um terminal ligado ao sistema de transporte coletivo rodoviário da cidade. A Administração da Barra do Ribeiro quer resgatar uma área histórica e degrada que permitirá o seu uso para a população e melhorar a economia do município. Os incentivos fiscais e legais por meio do Ministério da Cultura atraíram as empresas parceiras neste empreendimento.