Tel: +55 (51) 3265-1717

Um decano dos Cruzeiristas foi o cozinheiro da reunião de outubro

O jantar de outubro dos Cruzeiristas teve como cozinheiro um dos seus membros raiz do Grupo, o Walter Bromberg que participa da confraria desde de sua fundação em 1956. Ao falar sobre o grupo brincou: “Minha relação com os Cruzeiristas sempre foi de tapas e beijos”. O veterano velejador escolheu como prato principal Bisteca de porco empanada, repolho roxo cozido, batata - “não pode faltar em prato alemão” – e molho de nata.

O Mãe Vinícius Magalhães ao ler ata do mês de setembro destacou as figuras de Walter Bromberg, 87 anos, e o Ministro do Chope Henrique Ilha, 88, como inspiradoras para os Cruzeiristas, por serem ativos navegadores. “Vocês são espelhos que refletem aquilo que desejamos para nós no Clube”.

 

 

Como sendo o cozinheiro da noite, coube ao Bromberg ler as atas históricas, porque foram duas. A primeira tratava do jantar avec em agosto de 1970 e a segunda de setembro. Essa última teve algo especial para o comandante, pois nela estava o anúncio do Troféu Seival e o seu papel da vela gaúcha. Bromberg foi um dos vencedores da regata de longa distância com o barco Zapeca, e ao seu lado no jantar estava Geraldo Möeller, um dos seus tripulantes na competição.

O Comodoro Eduardo Ribas falou aos presentes sobre a participação da Vela Jovem do VDS na Semana de Vela de Buenos Aires, da disputa do Circuito Conesul de Vela de Oceano e da Regata Amazônia Azul Marinha do Brasil da classe Optimist realizada pelo Clube e que integrou a programação esportiva do I Encontro 1º Encontro de Clubes e Entidades Náuticas do Rio Grande do Sul, promovido pela SOAMAR, que teve por objetivo reunir a comunidade náutica rio-grandense com o propósito de divulgar a Marinha do Brasil, incrementar a mentalidade marítima e formar disseminadores da segurança da navegação.   Comodoro também convidou todos para participarem da Oktoberfest 2018 que será no dia 19 no VDS.

O cruzeiristas Geraldo Möeller fez uma apresentação bem ilustrativa de um cruzeiro pelo rio Douro, feito por ele e sua esposa, que partiu da cidade do Porto, em Portugal, e foi até a fronteira com a Espanha. Möeller mostrou fotos de barcos típicos e paisagens do roteiro pelo rio. No final da reunião o aniversariante Olavo Torres pagou uma rodada de Nicolaska para todos. Foi convocado para cozinheiro da reunião de novembro o cruzeiristas Reneu Ries.