Tel: +55 (51) 3265-1717

Netuno batizou novos integrantes dos Cruzeiristas no jantar final de 2018

Um jantar marcadamente pelo espírito cruzeirista caracterizou o último encontro do ano na quarta-feira à noite. A edição contou com a presença de mais 30 membros, que por ser o tradicional “avec” teve presença das esposas. A sessão foi aberta pelo Mãe Luiz Vinícius Magalhães, que após as leituras das atas falou sobre o cozinheiro da noite, que não foi uma pessoa, mas os integrantes da Comodoria que se despede do cargo depois de quatro anos no comando do Clube. O prato apresentado por eles constou de rodízio de filés.

Em nome da Comodoria Eduardo Ribas comentou sobre a participação positiva do Veleiros do Sul nas últimas competições, destacando entre elas a Copa Brasil de Vela, com as conquistas de Samuel Albrecht e Gabriela Sá na classe Nacra17 e na 470 a dupla Geison Mendes e Gustavo Thiesen, e ainda a Copa Brasil de Vela Jovem.

O Comodoro também fez um rápido balanço de sua gestão, salientando alguns pontos de pleno êxito, como o fomento da vela no Clube, que apresentou durante esses últimos anos um crescimento exemplar, quantitativo e qualificativo, nas flotilhas de base (Optimist), Vela Jovem e projetos de formação Olímpica. Citou a manutenção do patrimônio, reformas de todos os barcos de serviço do Clube e obras de melhorias para os associados.
Por fim, ele agradeceu aos membros da Comodoria que o acompanharam durante os dois biênios. “Quanto montei o time coloquei como quesitos saber velejar e conhecer o nome das esposas dos vices”, disse Eduardo Ribas, que buscou com isso uma maior integração entre a Comodoria a vida social no Clube. Ele também convidou para as comemorações dos 84 anos, as regatas de aniversário e o Sunset Party no fim de semana, e no dia 13/12 o jantar no qual ocorrerá à transmissão de cargo de Comodoro.


Móbil: Veja as fotos do álbum aqui

O momento mais aguardado da noite foi o batizado dos novos integrantes do Grupo. O Rei Netuno compareceu pessoalmente para comandar o rito de passagem. Sempre exigente com os marinheiros, Netuno (Henrique Ilha) e o Almirante ajudante (Olavo Torres) buscaram amarrados em cabos os postulantes ao ingresso na irmandade.

Como de costume, a primeira prova foi a de habilidade de fazer nós, na qual todos se saíram bem. A segunda, de testar resistência, foi comer peixe cru e tomar uma dose de Nicolaska, sem fazer cara feia. E por final as regatas nos barquinhos. Nessa edição teve duas regatas e um match race na final. O vencedor foi o Renato Poy.

Aprovados e habilitados, os novos integrantes receberam dos padrinhos os diplomas e seus respectivos apelidos no cardume:

Renato Poy – Arraia; Roger Lamb – Peixe Galo; Gustavo Santos (Gusta) – Oscar; André Huyer – Peixe Sol e Carlos Silva (Sombra) – Tambaqui.
Após a considerações finais foi entornada uma rodada de Nicolaska com a saudação cruzeirista: Hipi, hipi, hurra! As atividades voltam em março e o cozinheiro já tem nome conhecido, será o Newton Aerts.