Tel: +55 (51) 3265-1717

No domingo de Páscoa o Restaurante do Clube preparou um buffet especial para receber os seus associados, que compareceram acompanhados de familiares e convidados.

Após o almoço, os pequenos foram reunidos para participarem de brincadeiras. Os menores se divertiram pintando o rosto como coelhinhos.

Depois, todos muito ansiosos pelos chocolates, participaram de uma Caça aos Ovinhos.

03/04/10

Jeni Andrade — ICSC

As condições de tempo contribuíram para que a primeira etapa da Copa Veleiros de Monotipos se tornasse uma excelente opção de lazer e disputa para 50 velejadores que estiveram na raia de Jurerê nesta Sexta-feira da Paixão, em Florianópolis. O campeão brasileiro e catarinense de Laser, recentemente vice-campeão centro sul-americano de Standard e também dos Jogos Sul-americanos da Colômbia, Bruno Fontes, esteve lá e venceu: "Corri só uma das três regatas, mas já valeu como treino para a Semana da França, que é o meu próximo desafio", disse o velejador do Iate clube de Santa Catarina - Veleiros da Ilha (ICSC), organizador da Copa ao longo do ano.

thiagoOptiSC


Os atletas da Optimist aproveitaram este feriado de muito sol e ventos constantes de 15 a 18 nós (27 a 32 km/h) de nordeste para treinar para o Sul-brasileiro da classe, que acontecerá de 21 a 24 deste mês em Jurerê, e que será a seletiva para o mundial. Caso do gaúcho Thiago Splettstösser Ribas, do Veleiros do Sul de Porto Alegre: "Vim só para treinar. Fiquei sabendo em cima da hora que tinha uma competição e resolvi participar", falou o garoto de 12 anos de idade, que terminou sem querer no pódio, na terceira colocação.

Daniel Platt de Matos venceu, com Bruno Capella em segundo lugar na Optimist. Para Amanda Guedes, também de 12 anos e também treinando para a seletiva da classe, a tarde custou muito gelo: "Bati o joelho na última regata e está doendo demais", disse a velejadora do ICSC, 16a colocada que não se entregou às fortes dores e seguiu firme até o final da competição.

Além da Laser e da Optimist, a classe Snipe esteve bem representada nesta primeira etapa da Copa, com 13 duplas na água. Felipe Linhares e Piero Furlan venceram, seguidos por Diego Montautti e Henrique Back. O casal Ricardo Grassmann e Lisiane Geisler completaram o pódio em terceiro. Roberto Salles e Jorge Gaidsink, oitavos colocados, abandonaram a competição na última regata, quando uma peça do barco entortou com a força do vento. Outra dupla que também teve problemas e voltou mais cedo para terra foi Maurity Borges Júnior e Leandro Setubal, que tiveram o brandal de proa arrebentado na primeira largada.

thiagoOptiSC1

Incidentes à parte, a sexta-feira também foi de festa. Dois dias antes da Páscoa, os ovos de chocolate já circularam livremente por várias mãos e bocas. É que 21 alunos da Escola de Vela foram para a Ilha do Francês, a pouco mais de um quilômetro da sede oceânica do ICSC, e lá trocaram as guloseimas. "Virei meu barco na ida e cheguei lá de bote. Foi irado!" Contou Catarina Miguel, de 10 anos, enquanto devorava porções e porções de chocolate.

Confira os primeiros colocados desta primeira etapa da Copa Veleiros de Monotipos:

Optimist Veterano Masculino

1o- Daniel Platt de Matos
2o- Bruno Capella
3o- Thiago Ribas Splettstosser

Optimist Veterano Feminino

1o- Paola Berenhauser
2o- Bruna Medeiros
3o- Maria Luiza Rupp

Laser Standard

1o- Bruno Fontes
2o- Fabio Pinto da Luz

Laser Radial
1o- Nicolas Carabelli
2o- Maria Cristina Boabaid

Laser 4.7

1o- Bethina Hoffmann
2o- André Servaes

Snipe

1o- Felipe Linhares / Piero Furlan
2o- Diego Montautti / Henrique Back
3o- Ricardo Grassmann / Lisiane Geisler

Uma cerimônia realizada no Veleiros do Sul ao meio-dia deste domingo abriu oficialmente o Mundial de Soling de 2010, no Veleiros do Sul, em Porto Alegre.

bandeira_m

O evento, aberto pelo vice-comodoro esportivo do Clube, Eduardo Ribas (representando o comodoro Augusto Streppel), contou com a presença dos velejadores dos países que disputarão o título deste ano, Brasil, Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha e Argentina, dos juízes do campeonato e dos representantes oficiais da classe Soling e da International Sailing Association (ISA).

bandeira1_m

A cerimônia foi conduzida por Carla Ribas. Foram hasteadas as bandeiras dos países participantes, juntamente com as bandeiras dos países dos juízes da competição, Portugal e Peru, além das bandeiras da Federação Internacional de Vela (ISAF), ISA, Federação de Vela do Estado (Fevers) e do VDS.

“A classe soling tem grande tradição no Estado. Por isso, sediar um mundial traz muito orgulho e satisfação ao Veleiros do Sul” afirmou Eduardo Ribas.

No início desta tarde estava prevista a regata de abertura — que não conta pontos para o campeonato e serve somente para que as equipes façam os últimos ajustes nos barcos —, mas o vento fraco e o sol forte não trazem boas condições de navegação. Os velejadores seguem aguardando a entrada do vento.

On the second day of Soling Worlds the German crew of Roman Koch, Maxl Koch and Gregor Bornemann won the two races of the day and is leading the championship at Veleiros do Sul in Porto Alegre . They won 3 out of 4 races up to now. The advantage built in this competition should not be attributed only to technical skills, says the German skipper.

Dia3-6

“The conditions for sailing do not seem easy at all. The wind switches direction and intensity a lot, making the race area more challenging. Another difficulty is the great opponents I am facing here. They really know what they are doing. Theres no doubt. And for their knowledge on the race area they already have some advantage on us. I can tell you we are counting with our lucky for while.”

Dia3-4

Dia3-1

Daniel Glomb, André Gick and Geison Mendes are in the second place and in third comes George Nehm, Marcos P. Ribeiro and Lucio P. Ribeiro. All from Brazil . Glomb also agrees with the other sailors on the races difficulties. “The wind switches from 30 to 40 degrees direction, sometimes you hit sometimes you miss it. The German is sailing well, but indeed today he has received the wind some help. To lessen the gap of 11 points will not be easy, however the championship is still open.”

The Scottish Hamish Loudon did not run the second race because of his broken boat and fell to 19th position. On Tuesday the wind was in south direction on the intensity average of 15km/h. The championship counts with participation of 20 crews from five countries and continues on Wednesday with two races at 2pm.

Awards of the day and Feijoada

Eearly evening on Tuesday, the first tree crews of the races received their small awards at the social hall. After, they enjoyed a tasty Feijoada (a traditional black beans dish), a success among the foreigners.

premiodia3-6

premiodia3-3

premiodia3-8

A disputa pelo título Mundial da classe Soling começou nesta segunda-feira no Veleiros do Sul, em Porto Alegre. A Alemanha está na frente na classificação com a tripulação de Roman Koch, Maxl Koch e Gregor Bornemann. Eles chegaram em quarto lugar na primeira regata e venceram a segunda. Na vice-colocação estão George Nehm, Marcos P. Ribeiro e Lucio P. Ribeiro, e em terceiro lugar Daniel Glomb – André Gick e Geison Mendes, ambas equipes do Brasil.

sitedia2-05

sitedia2-04

O fato do Mundial contar com três tripulações campeãs mundiais: Koch em 2005, Nehm em 2007, e Warburg em 2001 e 2004 não há favoritos. Para o timoneiro gaúcho George Nehm isso não demonstra nada e prevê um campeonato difícil. “Tem gente boa e experiente, como o Glomb e o Cícero, o Mundial não se resume a três tripulações. Basta uma vitória numa regata e o cara já fica na frente”, ele pondera.

sitedia2-10

Sobre as regatas do primeiro dia, Nehm conta que as constantes rondadas dos ventos foram um desafio para todos os competidores. “No último contravento da segunda regata vínhamos na frente, erramos a bóia e terminamos em quarto lugar”, lamentou. Nesta regata de barlasota, a Comissão precisou alterar o percurso nas seis pernas devido à rondada de vento que variou de norte para oeste. A tripulação gaúcha de Guilherme Roth, Carlos Trein e Roger Lamb, vencedora da primeira regata também se deu mal, vinha em terceiro lugar e acabou em 14º.

sitedia2-03

Já o comandante Nelson Ilha parece estar sem sorte neste início de campeonato. Na regata de abertura de segunda-feira naufragou o seu barco, mas conseguiu recuperá-lo. E hoje uma batida na proa do seu barco abriu um buraco que vai precisar reparos.

O dia foi de tempo instável com céu nublado e a intensidade do vento variou de 10 a 20 nós. O Mundial de Soling conta com a participação de 20 tripulações do Brasil, Alemanha, Argentina, Estados Unidos e Reino Unido. O Campeonato continua nesta terça-feira com a disputa de mais duas regatas a partir das 14 horas.



Classificação geral provisória

1º - Roman Koch - Maxl Koch e Gregor Bornemann (GER) 5

2º - George Nehm - Marcos P. Ribeiro e Lucio P. Ribeiro (BRA) 6

3º - Daniel Glomb – André Gick e Geison Mendes (BRA) 11

4º - Cícero Hartmann – Flávio Quevedo e André Renard (BRA) 13

5 º - Guilherme Roth, Carlos Trein e Roger Lamb (BRA) 14

08/02/10

Uma animada confraternização reuniu na noite de segunda-feira (08) todos os velejadores do Mundial de Soling 2010. A organização do campeonato ofereceu um choripan aos competidores. Na ocasião também houve a premiação dos três melhores colocados nas duas regatas disputadas no dia, entregues pelo vice-comodoro esportivo do VDS, Eduardo Ribas e pelo Diretor de Marketing e Comunicação do VDS, Eduardo Hofmeister.

 

choripan1

 

choripan2

 

No resutado geral, a tripulação alemã integrada por Roman Koch, Maxl Koch e Gregor Bornemann saiu na liderança, seguidos por George Nehm, Marcos Pinto Ribeiro e Lúcio Pinto Ribeiro. Os argentinos Gustavo Warburg, Hernan Caledoni e Maximo Smith ficaram com a terceira colocação. Após um protesto da equipe alemã, os argentinos foram julgados e caíram para a 14ª colocação e a equipe de Daniel Glomb, André Gick e Geison Mendes assumiu o terceiro lugar.

 

Durante a competição, no fim do dia haverá premiação diária para os três primeiros colocados em cada regata disputada. As tripulações serão premiadas com brindes, entre eles cortesias da Cerveja Coruja.

 

choripan3

 

Classificação geral provisória

 

1º - Roman Koch - Maxl Koch e Gregor Bornemann (GER) 5

 

2º - George Nehm - Marcos P. Ribeiro e Lucio P. Ribeiro (BRA) 6

 

3º - Daniel Glomb – André Gick e Geison Mendes (BRA) 11

 

4º - Cícero Hartmann – Flávio Quevedo e André Renard (BRA) 13

 

5º - Guilherme Roth, Carlos Trein e Roger Lamb (BRA) 14

09/02/10

No segundo dia do Mundial da classe Soling a tripulação dos alemães composta por Roman Koch, Maxl Koch e Gregor Bornemann venceu as duas regatas e disparou na liderança do campeonato que está sendo disputado no Veleiros do Sul em Porto Alegre. Eles somaram três vitórias em quatro regatas. A vantagem construída neste início da competição não deve ser atribuída somente à técnica, diz o timoneiro alemão.

Dia3-1

“As condições para velejar não me parecem nada fáceis, o vento muda bastante, de direção e de intensidade, tornando a raia desafiadora. Outra dificuldade está nos grandes adversários que eu encontrei aqui, esses caras realmente sabem o que estão fazendo, sem dúvida alguma, e por conhecerem melhor a raia já têm alguma vantagem sobre nós. Posso dizer que estamos contando com a sorte e ela está nos ajudando por enquanto".

Dia3-4

Daniel Glomb, André Gick e Geison Mendes assumiram o segundo lugar e em terceiro estão George Nehm, Marcos P. Ribeiro e Lucio P. Ribeiro. Todos do Brasil.

Glomb também faz coro com os velejadores sobre as dificuldades nas regatas. “O vento ronda de 30 a 40 graus de direção, às vezes a gente acerta outras vezes erra. O alemão veleja bem, mas realmente ele hoje recebeu uma ajuda do vento. Tirar a diferença de 11 pontos não será fácil, porém o campeonato está em aberto”.

 

Dia3-7

Dia3-8

O escocês Hamish Loudon não conseguiu correr a segunda regata por causa de uma avaria em seu barco e caiu para a 19º posição. Nesta terça-feira o vento foi de direção sul na intensidade média de 15 km/h. O Campeonato conta com a participação de 20 tripulações de cinco países e continua nesta quarta-feira com duas regatas a partir das 14 horas.

 

Premiação do Dia e Feijoada

No início da noite, os três melhores colocados nas duas regatas disputadas nesta terça-feira foram premiados no Salão Social do Clube. Após a premiação, onde foi distribuído aos destaques do dia uma cortesia da Cerveja Coruja e brindes, foi servida uma saborosa feijoada, sucesso principalmente entre os estrangeiros.

premiodia3-3

premiodia3-5

premiodia3-6

premiodia3-8

premiodia3-9

 

Veleiros do Sul participa da competição com os velejadores Adrion Santos e Gustavo Zipperer na classe Standard e Henrique Dias na Radial

Por Jeni Andrade - ICSC

O Campeonato Centro Sul-americano de Laser, que começa neste sábado em Florianópolis com as regatas de Radial, levará perto de 130 velejadores para a raia de Jurerê até o dia 13. Entre eles pode estar o medalhista de prata na classe Star nas Olimpíadas de Pequim 2008, Robert Scheidt, que deve participar das regatas de Laser Standard a partir de quarta-feira. A informação é do secretário da Associação Brasileira da Classe Laser (ABCL), José Carlos Reis.

“A briga vai ser muito boa se ele vier, porque o Robert, oito vezes campeão mundial de Laser, não vai querer perder para o argentino Diego Romero, que foi vice mundial em 2005, nem para o argentino Julio Alsogaray, atual quarto colocado do mundo, o chileno Matias Del Solar Goldsmith e o catarinense Bruno Fontes, que estão em 13° e 15º no mundial”, prevê Reis, envolvido com os preparativos da grande competição na sede oceânica do Iate Clube de Santa Catarina – Veleiros da Ilha (ICSC), organizador do evento.

As regatas de Laser Radial começam nests sábado para cerca de 70 velejadores. A partir de quarta-feira a raia fica agitada com as etapas da Standard, que devem reunir 40 atletas, e também da 4.7, com perto de 20 participantes. A disputa nas três classes promete fortes emoções, porque o Centro Sul-americano define os atletas que representarão o Brasil nos mundiais de 4.7, em abril na Tailândia; Radial no mês de julho na Escócia, e Standard em agosto na Inglaterra.

Na briga pelas vagas da Radial estão nomes como o do campeão brasileiro, paulista Stefano Mazzaferro, e dos catarinenses Matheus Dellagnelo (vice brasileiro), Guilherme Pereira (terceiro colocado), Alex Ramos Veeren (quinto) e Guilherme Barbosa Lima (sétimo). “O número de vagas pode passar de dez para cada classe. Vamos pleiteá-las junto à ILCA (International Laser Class Association) conforme nossas necessidades”, explica o secretário Reis.

O Mundial para mulheres acontece apenas na Radial. A paulista Adriana Kostiw e a capixaba Odile Ginaid, que ocupam provisoriamente as primeiras vagas, pegam em Jurerê a determinada Maria Cristina Boabaid, catarinense que quer estar nas Olimpíadas de 2016. Na 4.7, a disputa conta com o campeão mundial, equatoriano Jonathan Martinetti, e com os brasileiros que aparecem como os primeiros nomes na lista provisória de candidatos às vagas para o Mundial: cariocas Lucas de Siqueira Mesquita e João Oliveira, paranaense Allan Godoy, catarinenses Luca Mazzaferro, Nicolas Carabelli e André Servaes e brasiliense Sérvio Túlio.

Brasileiros, chilenos, argentinos, colombianos, uruguaios, peruanos, equatorianos, além de velejadores de Cuba, da República Dominicana e da Holanda, disputarão as categorias Sênior, Master, Gran Master e Gran Gran Master e farão do Centro Sul-americano uma bela integração internacional de Laser. Eles farão do Centro Sul-americano de Laser uma bela festa de integração internacional da classe.

The Germans Roman Koch, Maxl Koch and Gregor Bornemann won the 2010 Soling Worlds at Veleiros do Sul, in Porto Alegre . Second overall are the Argentineans Gustavo Warburg, Hernan Celedoni and Maximo Smith. The Brazilians Cícero Hartmann, Flávio Quevedo and André Renard are the third overall.

ultimaregata4

ultimaregata2

ultimaregata3

The German sailors celebrated with cheers and hugs as they crossed the finish line first on the last race. Also celebrating their entry into the select double Soling world champions’ group. From the beginning they showed great consistency in the race area and remained in front within the competition. The four victories out of nice were fundamental to reach the title.

ultimaregata5

“It was an amazing championship. Mainly this last race. Today, we faced fair conditions with a perfect wind and everything has helped us. The race was technical and in some moments we were side by side with Gustavo’s crew. The victory came for details. I believe we were precise and hit more than the others. We counted with our luck and when u work well, lucky helps you so we were with her today.” Said two times World Champion Roman Koch.

On Friday there was only one race and as expected, it was a private dispute between teams from Germany and Argentina . From the starting line their boats stood side by side. The world champions showed racing control and sailed so well calculated that Warburg saw his opportunity to become tree-times Soling world champion postponed.

ultimaregata1

“Earlier we got disqualified so that forced us to be more cautious, without being able to venture into racing. Koch is a good sailor and knew how to take advantage of the opportunities. We had high standards competition here. In the last race he scored and we could not do much”, said Warburg, 2001 and 2004 world champion.

Brazilians: Cícero Hartmann, Flávio Quevedo and André Renard finished in third overall and were the most regular Brazilian crew in the competition. “We got to the final with a slight chance of winning the title, but we knew it would be very difficult. We were psychologically prepared and also got new equipment for the boat. Using government’s Athlete-supports we bought new sheets and improved the boat. The Championship had well qualified sailors. I think I missed a bit of boldness in certain races. But in general it was good, said Cícero, vice-champion in 2007.

ultimaregata

On Friday there was a south wind of 20 km/h. The top three in the last race were the same as they were overall. The Soling World Championship counted with 20 crews from Brazil, Germany, Argentina, United States and United Kingdom.

Closing Ceremony: In the evening the sailors and guests went to the awards ceremony which took place outdoors, in front of VDS marina.

Twice world champion and International Soling Class VP, Roman Koch thanked VDS for hosting the event, mentioning that this was one of the best championship of which he has participated in 40 years of competition. Then VDS Commodore Augusto César Streppel talked about the satisfaction of having hosted another worlds, and thanked the sailors who had competed and the club members who contributed to the event success. Trophies were handed to the five best crews in the championship, and also five other special awards were given. A dinner closed the championship.

premiosite1

premiosite2

premiosite3

Final classification - five overall

1st Roman Koch/Maxl Koch/Gregor Bornemann (GER 300) - 21 points

2nd Gustavo Warburg/Hernan Caledoni/Maximo Smith (ARG 32) – 25 points

3rd Cícero Hartmann/Flávio Quevedo/André Renard (BRA 09) - 33 points

4th Daniel Glomb/André Gick/Geison Mendes (BRA 86) – 39 points

5th Guilherme Roth/Carlos Trein/Roger Lamb (BRA 73) – 43 points

Special Awards

S
pecial thanks prize - commandant Niels Charles Peter Rump – Haithabu boat – for rescuing Soling boats

José Lúcio Glomb Trophy (best south-american crew overall)
Gustavo Warburg, Hernan Celedoni, Máximo Smith

Paul Elvstom Trophy (best-placed helmsman aged 28 years or under)
Kadu Bergenthal

Geert Bakker Trophy (Awarded to a sailor nominated by the host nation for their contribuition)
Marcos Pinto Ribeiro


KC1 Classic Trophy (Awarded to the highest placed boat built before January 1st of 1980)
Cícero Hartmann, Flávio Quevedo, André Renard

Master Category
Roman Koch, Maxl Koch, Gregor Bornemann

Translation by Dulce Pereira

21/03/10

Por asssessoria do CDJ

Contrariando as previsões de chuvas para domingo, a XVI edição da Copa Cidade de Vela de Porto Alegre, promoção do Clube dos Jangadeiros, foi realizada sob uma tarde de sol intenso, porém com pouco vento para a disputa das três regatas finais deste domingo. Os veleiros de 20 a 45 pés e suas imensas velas coloriram o Guaíba em homenagem aos 238 anos da capital gaúcha. A competição, com participantes do Jangadeiros, Veleiros do Sul, Iate Clube Guaíba e Sava Clube, reuniu embarcações em três principais categorias: Regata de Oceano, Regata em Solitário e Velejaço. Os resultados gerais nas diferentes classes foram os seguintes:

copa_cidade_2010

Regata de Oceano

Classe RGS A

1º, Gustavo Eller (Mandinga) - Veleiros

Classe RGS B

1º, Airton Schneider (TAZ) - Jangadeiros

Classe J24

1º, André Streppel (Meu Guri) - Veleiros

Regata Solitário

1º, Léo Penter (Aquavit) – Categoria Força Livre – Veleiros

1º,Nilton Beccon (Virtu) - Categoria Cruzeiro 35 – Jangadeiros

1º,Christiano Giralt Hanke (Sophia) – Categoria Cruzeiro 20 – SAVA

Velejaço

1º, Rodrigo Baldino (Azulão) - Categoria Cruzeiro 20 – SAVA

1º, Alexandre ness (APPA) – categoria Cruzeiro 23 – Iate Clube Guaíba

1º, João Pedro Castro (Sem Destino) – categoria 26 – Iate Clube Guaíba

1º, Fabio Santa Rosa (Escapada I) – categoria 30 – Jangadeiros

1º,Gilberto de Carvalho (Tempest) – categoria 36 – Jangadeiros

1º, Niels Rump (Madrugada) – categoria Força Livre - Veleiros

24/03/10

O Coordenador da Escola de Vela Minuano, Marcos Heintz, o Paulista, escreveu aos pais uma carta de agradecimento pelo engajamento e participação ativa no Opticamp, evento que reuniu um grande grupo de crianças no VDS no último final de semana. Leia aqui:

Queridos pais,

Nós da Escola de Vela Minuano ficamos muito contentes com o resultado de nosso primeiro Acampamento - Opti Camping - deste ano. Tivemos sorte com relação ao tempo (embora a previsão não fosse muito promissora...), as crianças responderam com interesse às atividades propostas, não tivemos nenhum contratempo e ainda tivemos um bom número de crianças participando (33).
Tudo isso aconteceu porque um grupo de pessoas se propôs a dedidar seu tempo, sua atenção e sua energia para esse fim. Nossa escola de Vela está apenas fazendo o seu trabalho mas os pais, voluntariamente, dedicaram-se a nos ajudar com refeiçoes, compras, programações, convidaram crianças para participar do nosso Opti Camping, organizaram o lanche, etc., enquanto poderiam ter ido aproveitar seu final de semana "livre". E esta participação é muito importante e fundamental para nós e para as crianças!!
Agradecemos muito pela valoroza ajuda de vocês! A presença dos pais sempre faz TODA a diferença. Além de agradecermos a ajuda, parabenizamo-os pelo exemplo de iniciativa, de dedicação, de organização e doação. Acreditamos também que, apesar de todo o trabalho e cansaço que essa dedicação envolve, este é um ótimo exemplo para as crianças, além de aproximar ainda mais pais e filhos.
Mais uma vez, MUITO OBRIGADO!
Marcos Heintz, Paulista
Escola de Vela Minuano
Veleiros do Sul