Tel: +55 (51) 3265-1717

470

470 é uma classe olímpica de vela, disputada em provas femininas e masculinas. O nome deve-se ao comprimento da embarcação, que é de 470 cm. O 470 é uma embarcação oficial das competições de vela desde 1969. Nos Jogos de 1976 em Montreal passou a ser uma classe olímpica. Inicialmente, era uma classe aberta a ambos os sexos. Desde os Jogos de Seoul (1988) que a competição é feita em eventos separados de mulheres e homens. O 470 foi o primeiro evento olímpico de vela para mulheres. O Brasil já teve como campeões olímpicos nesta classe os velejadores Marcos Soares e Eduardo Penido em Moscou 1980.

É um classe projetada para dois tripulantes (comandante e proeiro). O peso combinado ideal da tripulação é de 110-145 kg, o que torna a classe acessível a senhoras e homens. São barcos muito rápidos e sensíveis ao movimento de corpo dos velejadores. O barco tem 4.70 m de comprimento, 4.40 m de largura na linha de água, mastro de 1.68 m de altura. Tem três velas de área 9.12 m2, 3.58 m2 e 14.30 m2. O 470 foi inventado em 1863 pelo francês André Cornu e o seu casco é construido em fibra de vidro.


gurisemmlbourne1

O 470 no VDS

Classe olímpica de tradição ela chegou ao clube em 1974. Logo depois de sua criação muitos velejadores a adotaram e se destacarem em campeonatos nacionais e internacionais. 

Atualmente a dupla Geison Mendes e Gustavo Thiesen, campeã sul-americana de 2013, representa o Clube com a equipe 470VDS. Os velejadores estão em campanha olímpica para a Olimpíada do Rio de Janeiro em 2016 e integram a Equipe olímpica Brasileira de Vela com quem participam das principais semanas de vela do mundo e vem crescendo a cada competição no ranking da ISAF.  

Capitão de flotilha: Geison Mendes Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.