Nós náuticos: Direito, Volta do Fiel e Ancoragem

Os nós náuticos possuem variados objetivos, desde prender um cabo à um objeto até unir dois cabos sejam eles iguais ou diferentes. Sua tensão precisa ser firme para não desamarrar, mas facilmente desmanchado caso precise fazê-lo com urgência. 

É necessário que um tripulante, ao embarcar, tenha pelo menos um conhecimento básico de como fazer um nó e qual a sua finalidade. Fizemos uma postagem na semana passada com os nós Lais de Guia, Volta do Fiador e Volta do Cunho Confira. Hoje, apresentaremos mais três nós e suas utilidade. Confira: 

 

1. Nó Direito: É muito utilizado para unir dois ou mais cabos de igual diâmetro e material. Ele é útil para juntar cabos que se romperam ou para tornar um cabo maior. 

 

 

 

2. Volta do Fiel, Volta de Fiel ou Nó de Defensa: É usado principalmente para amarrar barcos em estacas de trapiche, troncos de árvores ou para amarrar as defensas da embarcação, que protegem o costado ao atracar em um píer ou trapiche. É um nó firme e de execução muito rápida, fácil de desamarrar quando necessário. 

 

 

 

3. Nó de Ancoragem: É popular para prender âncoras ou correntes de âncoras nas hastes, principalmente em ventos fortes. O nó é muito semelhante a uma volta redonda e dois meios-engates, exceto que o primeiro meio-engate é passado sob a curva. Em muitos usos diários, o meio-acabamento final pode ser ignorado.

 

 

 

Fonte: What the Knot (Columbia)

 


Imprimir   Email