Conheça a história da classe de veleiros HPE25

Criada há mais de 15 anos pelos velejadores Eduardo de Souza e Felipe Furquim, a classe de veleiros HPE25 nasceu da necessidade de um barco compacto, seguro e de boa performance. Entusiasmado com a ideia, o arquiteto naval Javier Soto Acebal foi o responsável por tirar o projeto do papel. 

Em 2003, no estaleiro Marco Landi, especializado na construção de barcos de competição robustos e de baixo peso, o Amarelinho nasceu. A partir disso, correções e atualizações foram realizadas para a evolução da classe, que hoje encanta por sua simplicidade e competitividade. 

Com 11 barcos ativos, a classe se consolidou com a criação do 1º Campeonato Brasileiro de HPE25, em Angra dos Reis, em 2005. Novos velejadores foram atraídos pelo evento e, consequentemente, novas disputas surgiram, montando, assim, uma flotilha de sucesso. Atualmente, são 62 barcos HPE conquistando cada vez mais novos territórios. O objetivo é que a classe brasileira se mantenha no topo da vela. 

Fonte: Revista Náutica


Imprimir   Email