Optimist: a porta de entrada para o mundo da vela

Projetado por Clark Mills, na Flórida, em 1948, o Optimist foi criado para ser pequeno, seguro e fácil de velejar. Indicado para crianças de 7 a 15 anos, com no máximo 60 kg, o barco monotipo evoluiu de caixotes de velas improvisadas a uma estrutura de madeira ou material plástico mais parecida com um barco, como o modelo atual. 

Seu nome, que em português significa otimista, se deve ao uso da embarcação como forma de reabilitação de crianças, tirando-as das ruas com seus carrinhos de lomba para uma nova atividade: navegar.

Com formato retangular e proa plana, que impede velocidades extremas, o Optimist é uma das classes de vela mais difundidas pelo mundo devido a sua segurança e estabilidade. No Brasil, a chegada do barco se deu nos anos 70, junto com a criação da Flotilha Minuano do Veleiros do Sul.

Flotilha do VDS

Fundada em 1973, a Flotilha Minuano de Optimist desempenha importante papel na formação de velejadores para o Clube. Muitos dos atletas que hoje competem em outros barcos tiveram no Op a sua iniciação às regatas. Por isso, trata-se de uma classe que recebe atenção e investimentos visando o fortalecimento do quadro de velejadores do VDS nas categorias veteranos e estreantes.


Imprimir   Email