Resultados: Expedição Águas de Interior - Litoral Norte Gaúcho II

Realizada de 19 a 21 de janeiro pelo associado do Veleiros do Sul, Gustavo Santos, e sua esposa Andréia, a expedição Litoral Norte Gaúcho II, do projeto Águas de Interior, teve seus resultados oficiais divulgados na última semana. Confira o relato de Gusta e saiba mais sobre a qualidade das amostras coletadas ao longo do percurso.

“Chegou o momento, podemos dizer triste, de compartilharmos os resultados oficiais sobre a qualidade das águas que coletamos durante a Expedição Litoral Norte Gaúcho II.

Tivemos na grande maioria dos pontos uma piora. Novamente os motivos principais analisados são o não tratamento de esgotos somado ao aumento de condomínios residenciais no entorno e a cultura do arroz. Podemos verificar nas imagens que as porcentagens referentes ao tratamento de esgoto por parte das cidades é ínfimo ao que deveria ser. O que fazem com os impostos e com as verbas que deveriam ser destinadas ao meio ambiente? Lembrando que a saúde pública está totalmente vinculada à qualidade das águas e ao tratamento de esgotos fluviais.

Somando a isso, estamos em meio à pandemia o que acarretou o aumento de "habitantes" no litoral norte gaúcho. Muitos foram cumprir o isolamento em suas casas de praia, porém as cidades não estão preparadas para esse número de pessoas. Tanto que sabemos que muitas vezes há falta de água e mau cheiro de esgoto em algumas regiões.

Visualmente notamos pouco lixo flutuante e nas encostas, exceto nas proximidades de vilarejos e nas pontes onde há acesso para pesca e banho. Nestes locais é triste ver que algumas pessoas continuam deixando sacolas de lixo ao ar livre.

Notamos também que neste ano teve grande respeito à época da piracema. Avistamos apenas duas redes de pesca, ao contrário da expedição anterior que vimos várias redes irregulares.

Um dos motivos de nosso trabalho é este, levantar dados oficiais e juntos podermos cobrar soluções de nossos governantes. Continuaremos com periodicidade fazendo os estudos e tentando chamar a atenção para este ponto tão grave que estamos presenciando, a degradação das nossas águas. Se continuarmos assim, em pouco tempo não poderemos mais tomar banhos de lagoas, pescar, ...

Nós do Águas de Interior estamos a disposição dos governantes para novas pesquisas e coletas assim como o auxílio na busca de soluções e controles. Juntos podemos mudar este quadro.

Em breve os resultados da expedição Rumo ao Sul III.”



Imprimir   Email